Leia a Reflexão do Momento e acesse o link para as reflexões de Chico Xavier no final desta página.

Alma Gêmea (Chico Xavier)

 

Alma gêmea de minha alma
Flor de luz de minha vida
Sublime estrela caída
Das belezas da amplidão.

Quando eu errava no mundo
Triste e só, no meu caminho, 
Chegaste, devagarinho,
E encheste-me o coração.

Vinhas na benção das flores
Da divina claridade,                 
Tecer-me a felicidade
Em sorrisos de esplendor!

És meu tesouro infinito.             
Juro-te eterna aliança
Porque sou tua esperança,
Como és todo meu amor!

Alma gêmea de minha alma
Se eu te perder algum dia...
Serei tua escura agonia,
Da saudade nos seus véus...

Se um dia me abandonares
Luz terna dos meus amores,
Hei de esperar-te, entre as flores
Da claridade dos céus.

(Emmanuel,  psicografia de Chico Xavier)

Acesse também neste blog: 
Alma Gêmea - em outro formato
O Amor é Lindo  (Martha Medeiros)
Não deixe o Amor Passar   (Carlos Drummond de Andrade)
A mais bela de todas as coisas: o Amor  (Madre Teresa de Calcutá)

Acesse o lindo vídeo do poema:




Posts mais visitados recentemente